About

A CAÇULA DO CARIOCA






Bia minha irmã
tem kauê tem Kauã
seus filhos
nos olhos uma dureza
que sou fã
pro disparo um estalo
dois Gatilhos

De zulu em zulu
tem zweli e zweli
filhos que exalam
sorriso nu
poema que me zele

Sobrinhos meninos
versos em mim mina
ela menina-mulher
pela força do destino
mais mulher que menina
mais no fundo do olhar
é menina que atino

Bia é triste e não tem
o que tem, tem de bela
o que mais tem, e tem raiva
e o que tem, tem de harmonia
que mais tem, tem de fria e tem
tem sorriso e o que tem, tem sofrida
e tem, tem verdade e o que mais tem
ta nos olhos e eu sou fã

Bia é blues é funk e meia samba
quietude de uma rosa na manhã
Poesia silenciosa de um bamba
Seus hominhos kauê e Kauã

Outro homem fácil
O difícil um mano
Que respeito como companheiro
Que converse como amigo
Que ame sempre sorrino
Que tenha responsa de homem
E namore como menino

Bia quase madura
Menina minha irmã
Nasce poesia onde o
Desencanto some
Encantada essa mulher
Nessa terra de bicho homem

2 Responses so far.

  1. AKINS MULEKOTE LOOKO Q GOSTA DE CONFUNDIR OS SÁBIOS ....TEM SEU PRÓPRIO DICIONARIO ,NÃO O AURÉLIO SIM O PERIFÉRICO ....NÃO LEVA EMBAIXO DOS BRAÇOS ;SIM NOS LÁBIOS ...PRA RESUMIR TUDO ISSO A VERDADE Q O MENINO É SUJOOOOO

  2. cassimano says:

    Salve Muleke monstro! Representando com a família, nos mostra sem expor a linda poesia que há nos olhos dessa bela irmã nossa! é nóis.

Leave a Reply