About

Minha Preta


Em homenagem a Mulher Negra Latino-America e Caribenha. Ofereço um Poema novo para a primeira pessoa do meu singular minha preta




2 Responses so far.

  1. Unknown says:

    Obrigada "princesu"...todas as mulheres dentro de mim agradecem. Bjão de sua preta.

  2. Unknown says:

    Pra quem quiser recitar

    Ela pra viver veste muzimba
    E nos olhos pra sorri colhe samba
    Quando ama teu sussurro é kalimba
    E contradiz com dizeres de malamba


    Imponente rainha de cabinda
    Direciona minha vida se eu zanzo
    Tua mão e teu sexo me brinda
    Acalenta, me protege contra banzo

    O coração bebe d’agua de cacimba
    Tem um olhar profundo de quimbanda
    Cobre o coração de curimba
    Sara e alivia minha demanda

    Eu me flagro em tem padrão xibimba
    Vem lado a lado quando cambo
    Um sol a se pôr e bem vinda
    A mulher mais moça do mocambo

    Seu andar da balanço a minha timba
    Sua saia roda o caxambu
    Ritmo seu beijo é marimba
    Dando certeza ao meu odu

    No jogo de minha vida é coringa
    É a lua no céu de Luanda
    Agua calma em minha moringa
    Puxa e canta na ciranda

    Alvejado de fracasso ela me blinda
    Se chove em m’alma meu ilê
    Desabo em tristeza ela guinda
    Quando seca meu sonho meu Aiyê

    Ela tem ancestral que cachimba
    Na pior tem plano e muamba
    Vem comigo no bang e na guimba
    É bela, é sabia, é bamba

    Inquieta papo de catimba
    Dada como povo de santo
    Ama com certeza que tarimba
    Ela e eu, eu com ela sem quebranto

    Inicia onde tudo se finda
    É a minha mais doce treta
    No certo ou incerto é linda
    É minha amada minha amiga minha preta

Leave a Reply